Amazon negoceia entrada em Portugal. Quer ir para o Porto

Amazon negoceia entrada em Portugal. Quer ir para o Porto

0
Artigo original 26 Janeiro 2018 por: Eco

A gigante Amazon poderá entrar no mercado português já neste primeiro trimestre, segundo o Jornal de Negócios. Estará a negociar um espaço numa zona nobre do Porto.

A Amazon estará a preparar um investimento em Portugal, passando a operar também no mercado português. A notícia é avançada esta sexta-feira pelo Jornal de Negócios (acesso pago), que cita “fonte próxima do processo”. Segundo o jornal, a gigante norte-americana das compras online estará já a negociar um espaço no Porto, na zona nobre da Boavista. A empresa não comenta, mas a mesma fonte indica que a entrada no país poderá ser oficializada ainda no primeiro trimestre deste ano.

Atualmente, como lembra o Negócios, os portugueses podem fazer compras na versão espanhola, mas não existe uma oferta direcionada ao mercado nacional. Mas, em dezembro de 2017, a empresa passou a disponibilizar também em Portugal um dos seus principais produtos tecnológicos: as colunas inteligentes Echo, Echo Dot e Echo Plus, equipadas com a assistente virtual Alexa. Desde essa altura, confirmou o ECO, o sistema passou a permitir o registo destes aparelhos em moradas portuguesas, algo que não era possível até então.

 

Ao final da tarde, porém, o Expresso já escrevia que o negócio que a Amazon procuraria no Porto seria não de retalho nem de distribuição mas sim para a Amazon Web Services, o maior operador mundial de serviços de cloud (ou nuvem), fornecendo plataformas de acolhimento e gestão de servidores para empresas.

Há muito que é esperada a entrada da Amazon em Portugal, quer pelos consumidores, quer pelos analistas. A empresa liderada pelo multimilionário Jeff Bezos conta já com operações em Espanha e tem vindo a expandir-se a grande velocidade. Com uma capitalização bolsista na ordem dos 664 mil milhões de dólares, já tinha lançado em 2016 uma ferramenta para permitir a pequenas e médias empresas a disponibilização dos seus produtos na plataforma de compras na internet. Nem o Governo nem a Câmara Municipal do Porto se pronunciaram sobre este assunto.

A notícia da eventual vinda da Amazon para o Porto surge na mesma semana em que o primeiro-ministro, António Costa, deu conta da criação de um “centro de serviços” e um hub tecnológico da Google em Oeiras, no Lagoas Park, um investimento que deverá criar mais de 500 postos de trabalho. A informação foi confirmada pela Google.

Também esta semana, Eurico Brilhante Dias, secretário de Estado da Internacionalização, confirmou que existem negociações em curso com outras multinacionais com vista à instalação de centros em Portugal. Uma hipótese que também já tinha sido levantada por Paddy Cosgrave, líder do Web Summit, numa publicação no Twitter. Cosgrave falou de “rumores” de que outras conhecidas empresas tecnológicas estariam a preparar-se para entrar em Portugal.

Fonte Original

 

Your email address will not be published. Required fields are marked *