Estrada que reduz a velocidade dos veículos (e recupera energia) vai ser testada em Cascais

Estrada que reduz a velocidade dos veículos (e recupera energia) vai ser testada em Cascais

Foi com um projeto particularmente interessante para a indústria automóvel que a startup portuguesa Pavnext venceu a 5ª edição do Big Smart Cities, uma competição dedicada ao empreendedorismo e que desafia a encontrar soluções para tornar as cidades mais “inteligentes”.

O projeto promete tornar as estradas mais seguras e energeticamente eficientes. Mas como?

Três em um

A Pavnext desenvolveu um equipamento para aplicação na superfície de pavimentos rodoviários capaz de captar a energia cinética dos automóveis e transformá-la em energia elétrica. Essa energia pode ser utilizada, por exemplo, na iluminação pública: num poste com uma potência de 1600 watts, seriam necessários cerca de 312 carros para mantê-lo ligado uma noite inteira. Mas este não é o único beneficio.

Este equipamento é capaz de reduzir a velocidade do veículo na estrada sem a intervenção do condutor – em 20 metros de estrada, um carro passa dos 50 km/h para os 30 km/h sem que o condutor tenha de travar e sem causar impacto no veículo. De acordo com a Pavnext, esta solução diminui o risco de fatalidades em 25%.

Por fim, através deste equipamento será possível recolher dados sobre o trânsito e a velocidade, fruto de uma parceria estabelecida entre a Pavnext e a Vodafone. O objetivo de Francisco Duarte, fundador da Pavnext, é ligar o sistema a uma cloud.

Além do prémio monetário no valor de 10 mil euros, da incubação no Vodafone Power Lab e de uma viagem a Estocolmo para conhecer os polos de inovação da Ericsson, outro dos prémios é a oportunidade de testar o projeto em situações reais no município de Cascais.

A implementação deste equipamento vai começar, a nível experimental, no final do mês de Agosto, mas Francisco Duarte garante que, se tudo correr bem, há perspetivas de lançar esta tecnologia já no próximo ano.

Fonte original

Your email address will not be published. Required fields are marked O teu endereço de email não vai ser publicado. Campos obrigatórios estão marcados.*