Opinião. É preciso uma aldeia inteira para fazer crescer uma ideia

Opinião. É preciso uma aldeia inteira para fazer crescer uma ideia

0
Artigo original 30 Setembro 2017 por: Dinheiro Vivo

João Coelho, CEO da Cuckuu, fala sobre a falta de medo de dizer “não sei” dos novos fazedores

Todos nós já ouvimos a expressão “É preciso uma aldeia inteira para educar uma criança”, mas há pouco tempo ouvi algo que me fez pensar: “É preciso uma aldeia inteira para fazer crescer uma ideia.” Isto é algo que acredito cada vez mais. Todos os dias oiço falar no buzz que Lisboa está a criar, que vai ser a nova Berlim, a nova Londres e até a nova Silicon Valey; do outro lado oiço os empreendedores portugueses a se queixarem do ecossistema e a falta disto ou daquilo.

Sou o primeiro a concordar que existe muito buzz e não estamos ainda nem próximos do que passamos lá para fora, muitas notícias são apenas um lado da história, mas existe uma frase que adoro – fake it until you make it -, que mais ou menos significa “finge que és até seres de verdade”. E é isso que Portugal está a fazer, estamos a pôr-nos no mapa, a chamar a atenção e isso é positivo, é necessário.

Mas isso só não chega, e aí entra a “aldeia”. Podemos fazer mais e melhor, temos de nos unir, parar de ver todas as ideias um pouco parecidas com a nossa como competição. Ajudar os outros que vão agora enfrentar os problemas que já enfrentamos é algo que ajuda toda a comunidade, temos de nos puxar uns aos outros sempre para cima, e principalmente parar de criticar por criticar.

Na nossa startup sempre tentamos implementar uma ideia, podes criticar tudo e todos, mas só o podes fazer se tiveres uma solução ou pelo menos algo que adicione a discussão e a busca dessa solução. Isso é o que faz um ecossistema forte, a possibilidade de termos uma fonte gigante de experiência, conhecimento e talento.

No último mês, a Cuckuu tem feito parte de um programa de aceleração em Londres e tem sido incrível ver como aquelas pessoas não têm qualquer problema em pedir ajuda. Existem startups muito fortes na parte tecnológica, mas que nada sabem de marketing e vendas; e do outro lado existem as que apenas sabem vender. Como elas trocam esses conhecimentos entre elas e se ajudam a crescer é algo inspirador.

O que eu sinto quando falo com a nova geração de empreendedores é que eles não têm medo, medo de dizer “não sei” e pedir ajuda e isso acredito ser a chave para fazer crescer o nosso ecossistema e as nossas ideias. Isso tem de ser a nossa primeira preocupação, fazer crescer as ideias com ajuda de todos para que quando os investidores, parceiros e clientes olharem para o nosso país já não sintam que ainda andamos a fingir, mas vejam o potencial, talento e, mais importante ainda, a união que existe entre todos aqueles que querem criar algo. Juntos somos mais fortes.

Fonte Original

About author

Your email address will not be published. Required fields are marked *